1Quais as diferenças entre energia solar fotovoltaica e energia solar térmica?
Energia Solar Fotovoltaica:

A radiação solar é transformada em eletricidade através de painéis solares que geram uma corrente elétrica. Os painéis utilizados nessa transformação são feitos de duas camadas, uma de silício com fósforo e outra de silício com boro, e a iteração dessas duas camadas durante a insolação gera a corrente elétrica.

Energia Solar Térmica:

A utilização da energia solar térmica é um processo simples, que começa através de um reservatório de água que transfere água fria para um coletor solar. O coletor é o equipamento responsável por aquecer a água através da radiação solar que incide sobre o mesmo. A captação dessa radiação se dá por placas metálicas que recebem, na maioria das vezes, uma pintura preta para elevar sua capacidade de absorção da luz. A água aquecida no coletor solar é transferida para o Boiler, um reservatório feito de material termicamente isolante para manter a água aquecida até seu uso.
2Qual a diferença entre um sistema fotovoltaico conectado e um desconectado à rede?
O modo de operação e instalação são basicamente os mesmos, as diferenças estão nos tipos de equipamentos utilizados nos dois sistemas, sendo a maior delas o banco de baterias utilizado no sistema isolado.
3Por que minha conta de energia não é “zerada” totalmente?
Em todo o Brasil as concessionárias, cobram independente do uso, um valor mínimo (pelo fato do serviço estar disponível ao consumidor) e uma taxa de iluminação pública. Estes valores não podem ser abatidos com a instalação de um sistema fotovoltaico.
4Por que a rede elétrica da minha casa não funciona quando há falta de energia?
É definido por lei que um sistema de geração de energia não pode funcionar quando há falta de energia. Isto se deve por motivos de segurança, durante a manutenção da rede elétrica pela concessionária. Todos os sistemas possuem um dispositivo “anti-ilhamento”, que corta a energia fornecida pelo sistema em caso de falta de energia na rede.
5Por que não é viável a instalação de um sistema fotovoltaico totalmente desconectado da rede em áreas urbanas?
A instalação de um sistema desconectado em áreas urbanas é possível, apesar do custo de instalação deste tipo de sistemas ser maior. Por isso damos preferências ao sistema conectado à rede.
6Quais são os passos para a instalação de um sistema de energia fotovoltaico em minha casa?
Os passos básicos para a instalação de sistema de energia são: • Análise de viabilidade;
• Projeto preliminar;
• Fechamento da proposta com o cliente;
• Projeto final;
• Solicitação de acesso à concessionária/ Envio de documentos (para sistemas conectados);
• Instalação dos equipamentos.
7Posso ligar qualquer equipamento com energia solar na minha casa?
Sim, se você tiver um sistema fotovoltaico conectado na rede elétrica (o padrão) você não terá nenhum problema pois ele gera energia em paralelo com a rede da distribuidora. Ou seja, quando falta energia solar a rede compensa.
8Existe algum perigo ao instalar energia solar em minha residência?
Os riscos são os mesmos de fazer qualquer manutenção no sistema elétrico de sua casa. Ou seja, se for bem feito o risco é muito baixo de levar um choque ou ter um curto circuito. Escolha bem a empresa que vai instalar o sistema de energia solar na sua casa que você não terá problemas.
9Quanto tempo dura um sistema de energia solar residencial?
Quando bem cuidado mais de 25 anos.
10Consigo instalar energia solar em apartamento?
• Sim, se for na cobertura e tiver espaço.
• Sim, se for pelo condomínio e a laje/telhado de cobertura for grande o suficiente.
• Para faixadas é possível, porém muito mais caro e produzirá muito menos energia. Para projetos arquitetônicos específicos funciona. Para o seu apartamento normal dentro da cidade, muito improvável.
11Como funciona a energia solar residencial durante noite ou na chuva?
Não funciona a não ser que você tenha baterias para guardar energia durante o dia. Por isso que os sistemas fotovoltaicos são em 95% dos casos conectados na rede de sua casa. Durante o dia você gera energia elétrica solar além do que você precisa e joga o excedente na rede da distribuidora (Esse excedente vira créditos de energia). Durante a noite você usa a energia da rede da distribuidora e abate o seu consumo dos créditos de energia que você gerou durante o dia.
12Eu posso levar os painéis solares quando eu me mudar da minha residência?
Se você usar um sistema de fixação de boa qualidade com certeza poderá remover os painéis solares, o inversor e até mesmo algumas partes do sistema de fixação podem ser desparafusadas e reaproveitadas em uma mudança. Desta forma você pode levar com você o seu gerador de energia solar residencial.
13As placas solares aguentam granizo? O que acontece com a placa solar quando chove granizo na minha residência?
As placas solares de qualidade possuem, em sua maioria, um vidro temperado de 3.2mm a prova de granizo. Embora o painel solar seja muito resistente, você não deve andar em cima, pois isso cria microfissuras nas células fotovoltaicas e você muito provavelmente terá um desempenho (geração de energia elétrica solar) menor que o ideal.
14Quanto pesa o sistema de energia solar residencial?
• Em média ele varia de 12kg/m2 até 17kg/m2.
• Para telhados de telha de barro ele fica perto de 15kg/m2.
• Para telhados metálicos de telha trapezoidal ou telha zincada ele pesa em média 13.5kg/m2.
• Para lajes de concreto, onde é necessário inclinar as placas de energia solar, ele pode chegar até 17kg/m2. Para lajes de concreto onde precisa-se inclinar as placas e não pode perfurar para fixar, aí será necessário usar um sistema com lastro e o peso pode subir bem mais. Mas no geral o sistema fotovoltaico residencial é muito leve e 99% dos telhados suportam ele sem problemas.

Receba Novidades